terça-feira, 14 de julho de 2009

.

Andar nas calçadas malfeitas já não faz muito sentido. Abrir a janela que vai para o muro velho já não faz mais sentido. Uma vida bandida caíria bem, mas é muito criminoso, perigoso. Se encontrar e perder o caminho não faz sentido também, é burro. Aplaudir uma miss de qualquer coisa sem chance. Então, o que resta? Uma novela ensaiada, uma música de outros sentimentos, horários determinados, no jornal mais uma desgraça.
E
essas
letras
erradas.

1 comentários:

Kenia Cris disse...

Olá Elza! As palavras, mesmo erradas, é que vão nos salvar da loucura da vida. Beijo carinhoso!

Postar um comentário