quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Humano






Há uma saída e uma maneira de voltar para o início.
Há um caminho de volta para casa novamente. Para onde eu me sinta perdoada.

O que é isso que eu sinto, por que tão real? O que estou dizendo? O que eu sinto por dentro?

Isso é apenas amor. Isso é apenas dor. É apenas o medo, que corre pelas minhas veias.
São todas as coisas que você não pode explicar que fazem de nós humanos.

Eu sou apenas uma imagem de algo muito maior.

Eu sou apenas a pintura, não sou o pintor.





quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Carta para ninguém





Eu não sei por onde começar...

Os meses e anos estão passando, e
eu ainda não consigo enxergar um caminho. Tem sido tão confuso, tão
escuro e turvo. Eu juro que eu tento com toda minha energia enxergar as
coisas com mais clareza. Mas eu não tenho conseguido, não tenho
alcançado nada.


Existem dias e momentos bons, mas eles
nunca duram por muito tempo. E existem dias como hoje, em que não
consigo ter forças para levantar da cama, nem para me alimentar.


Isolada.
Desolada. O meu único amigo, a única pessoa que tem sido a minha
família é quem mais tem me deixado pra baixo. Algo não está certo.
Se aomenos ele soubesse o quanto ele me faz chorar quando manda uma
mensagem tão sem amor... Mas eu tenho certeza que ele sabe.


A guerra que eu travo comigo mesma não tem sido fácil, mais ainda quando não há ninguém do mesmo lado. 



Eu tenho me sentido fraca demais pra continuar.



Meu afago tem sido fechar os olhos, me imaginar no meu quartinho verde
(mesmo com mofos rs), ouvindo minha família tagarelar sem parar, com a
minha mãe me dando forças pra continuar a estudar, me presenteando com
um calendário ou uma tigela de pipoca.


Eu já fui feliz no meu caminho, hoje eu me desconheço.


Por que eu tenho errado tanto comigo mesma?
O meu coração pede para recalcular a rota. 

terça-feira, 17 de julho de 2018

...

segunda-feira, 18 de junho de 2018

"Este é um conto de fadas modernos. Sem final feliz. Sem vento em nossas velas. Não consigo imaginar uma vida sem momentos emocionantes que acabam comigo."