segunda-feira, 26 de julho de 2010


Vamos fugir para praia, meu amor,
molhar os pés nas ondas,
navegar também,
dormir juntinho na rede sob a sombra de uma palmeira,
sentir a areia sob as palmas dos pés,
sentir-se gigante por respirar o ar que percorreu o mar,
a brisa que muito bem-vinda chega deliciosamente a nos beijar,
te amar e remar.

1 comentários:

Paralelos do Cotidiano disse...

É uma grande maré de amor, ventando por todos os cantos!

Postar um comentário